TRATAMENTO CIRÚRGICO HÉRNIA

Tratamento cirúrgico Hérnia

Hérnias: A hérnia ocorre quando parte de um órgão (normalmente alças do intestino delgado) se desloca através de um orifício (anel herniário) e invade um espaço indevido (saco herniário). O deslocamento ocorre devido ao enfraquecimento do tecido protetor dos órgãos internos do abdome. Tal enfraquecimento pode estar associado a problemas congênitos ou esforços em demasia.

A complicação da hérnia ocorre quando é grande o volume do órgão deslocado ou quando o anel herniário é estreito, dificultando sua locomoção. Quando essas situações acontecem, há um estrangulamento herniário e, por conseqüência, uma torção nas alças intestinais, a qual pode provocar a obstrução intestinal. Os sintomas desse estágio são cólicas abdominais e dificuldade de eliminar gases e fezes.

As hérnias mais freqüentes são:

Epigástrica: Esse tipo de hérnia ocorre na linha média do abdome (linha Alba), entre o umbigo e o tórax. O surgimento da hérnia se dá pelo afastamento dos músculos retos abdominais e saída do tecido adiposo.

A hérnia epigástrica pode causar dor no abdome e não se cura espontaneamente, sendo necessária intervenção cirúrgica para reparar a região abdominal enfraquecida.

Incisional

Incisional: Como o nome sugere, a hérnia incisional é causada após uma incisão cirúrgica no abdome, sendo resultado de cicatrização inadequada. 

Assim como todas as hérnias, a incisional ocorre devido a uma fraqueza da parte abdominal (musculatura) no local de uma cirurgia prévia. Alguns fatores aumentam a pressão da musculatura, entre eles sobrepeso e obesidade, tabagismo e esforço físico intenso.

O paciente costuma sentir um abaulamento na região da cicatriz que representa o conteúdo abdominal se manifestando pelo buraco na parede abdominal. 

O tratamento varia do tamanho que se encontra a hérnia, sendo possíveis alternativas uma sutura simples na parede abdominal ou colocação de rede por videolaparoscopia. 

Inguinal

Inguinal: Ocorrem na região da virilha e correspondem a 75% de todas as hérnias. Ela é subdividida em dois tipos:

Hérnia inguinal direta: ocorre quando há um afrouxamento, uma degeneração da musculatura e o extravasamento se dá por um oportunismo. Costumam ocorrer em pessoas mais velhas ou àqueles que se submetem a exercícios físicos.

Hérnia inguinal indireta: o conteúdo abdominal passa para a bolsa escrotal por um ponto frágil, o anel herniário. Se dá devido a uma falha congênita, sendo mais presente em jovens.

Os sintomas dos dois tipos de hérnia inguinal são dor na região abdominal e a sensação de haver um caroço na região da virilha. O tratamento é cirúrgico, pela colocação de tela sintética no defeito do canal inguinal.

Olá, você tem alguma dúvida?