CIRURGIA DE OBESIDADE

Cirurgia De Obesidade

Redução de estômago: Esta operação é destinada a quem precisa reduzir muitos quilos – possível diminuir em até 40% do peso corporal. A cirurgia tem apresentado bastante evolução e é feita por vídeo.

 
Na cirurgia, o estômago é grampeado na sua porção superior formando um pequeno reservatório gástrico, o qual é conectado ao intestino fino a 1,5 metro do seu início, fazendo-se uma reconstrução em formato de ‘y’ (Y de Roux).
 
Como temos aproximadamente 4,5 metros de intestino fino, mesmo depois da operação ainda restam cerca de 3 metros para absorção. Como o estômago da pessoa está menor, ela ingere menos comida e absorve menos porque o intestino fino também está menor.

Com o estômago menor e com uma diminuição parcial do alimento ingerido, é preciso atenção no pós-operatório que prevê um acompanhamento intenso da equipe multidisciplinar e dieta líquida por cerca de um mês.

Sleeve e Bypass

Sleeve e Bypass Escolher a melhor cirurgia a ser feita depende muito do “tipo de gordinho” que o paciente é. Há aqueles que comem muito até sentir o estômago esgotado; e aquelas pessoas que beliscam várias vezes ao dia e não resistem a um doce. Para cada tipo de pessoa há um procedimento indicado.

Sleeve

A técnica Sleeve, também chamada de gastrectomia vertical, é indicada para pacientes com grau de obesidade III ou mórbida e àqueles que possuem problemas intestinais.
 
No Sleeve, uma parte do estômago do paciente é cortado e removido. A parte restante é grampeada em forma de tubo que vai do esôfago até o duodeno, sem alterar o processo digestivo. Assim, o estômago fica reduzido em 80% do seu tamanho , ficando com 150 a 250 ml.
 
Durante a operação, retira-se parte do fundo gástrico, região que produz o hormônio da grelina, responsável pela sensação de fome. O paciente vai sentir menos fome e comer menos, e absorver os nutrientes normalmente.

Esse procedimento reduz o estômago e mantêm o intestino, é feito por videolaparoscopia e apresenta baixo índice de complicações.

Como é uma cirurgia restritiva e não reduz a absorção de alimentos, a sua eficácia está muito relacionada com a determinação do paciente. 

Bypass

O Bypass é mais recomendado para pessoas que comem o dia todo, pois reduz o estômago e faz um desvio no intestino em cerca de dois metros, o que diminui a absorção dos alimentos. O desvio do intestino é ligado ao novo estômago e a pessoa chega a perder 40% do peso corporal. É uma técnica que força uma mudança maior nos hábitos alimentares.

Calcule seu IMC

Powered by YAZIO
Olá, você tem alguma dúvida?